O Blog mais escondidinho de todos os blogs. Aquele que fica algures perdido na arrecadação dos fundos. A onde dou asas à minha imaginação (III)

.posts recentes

. Casquinha de Noz

.arquivos

. Janeiro 2010

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

Quarta-feira, 24 de Setembro de 2008

Casquinha de Noz

Bem, já comecei a vislumbrar uma história para contar. Já sei como a começar, mas como ainda tenho muitas ideias soltas na cabça, tenho de organiza-las e decidir que rumo tomar. Enquanto isso pensei que não seria má ideia voltar a escrever poemas. Este veio-me ontem à cabeça, não é nada de especial, mas é meu. LOL Era como me sentia... Beijinhos!

 

Casquinha de Noz

 

Sem saber onde é o Norte,

Continua a rumar

Sem destino, sem sorte...

 

Não sei a onde me leva

Esta casquinha de noz!....

Mas corre frágil para todo o lado e para lado nenhum.

 

Não sei se quebra, se parte

Mas a casquinha de noz continua sem parar

Rumo a qualquer lugar.

 

Leva-me, arrasta-me...

Por entre ondas tenebrosas,

Mas nunca se vira....

Continua sempre firme contra tempestades e marés.

 

Essa casquinha sou Eu

Qua luto e volto a tentar,

Mesmo quando já não há mais nada para dar.

 

E consigo sempre, nem sei bem como,

Mas consigo sempre encontrar o Norte

Encontrar o meu porto de abrigo,

O meu Forte!

 

Pronto, já sei que não é nada de especial mas para algo que nemdeu tempo a pensar, simplesmente me limitei a escrever, não está nada mal. Além disso, já não escrevia há séculos. lol

tags: ,
publicado por _^ANGIE^_ às 12:03
link do post | comentar | ver comentários (3) | favorito

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Janeiro 2010

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.tags

. todas as tags

blogs SAPO

.subscrever feeds