O Blog mais escondidinho de todos os blogs. Aquele que fica algures perdido na arrecadação dos fundos. A onde dou asas à minha imaginação (III)

.posts recentes

. A Ponte do Sol XVIII

. A Ponte do Sol XVII

. A Ponte do Sol XVI

. A Ponte do Sol XV

. A Ponte do Sol XIV

. A Ponte do Sol XIII

. A Ponte do Sol XII

. A Ponte do Sol XI

. A Ponte do Sol X

. A Ponte do sol IX

.arquivos

. Janeiro 2010

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

Quarta-feira, 24 de Setembro de 2008

Casquinha de Noz

Bem, já comecei a vislumbrar uma história para contar. Já sei como a começar, mas como ainda tenho muitas ideias soltas na cabça, tenho de organiza-las e decidir que rumo tomar. Enquanto isso pensei que não seria má ideia voltar a escrever poemas. Este veio-me ontem à cabeça, não é nada de especial, mas é meu. LOL Era como me sentia... Beijinhos!

 

Casquinha de Noz

 

Sem saber onde é o Norte,

Continua a rumar

Sem destino, sem sorte...

 

Não sei a onde me leva

Esta casquinha de noz!....

Mas corre frágil para todo o lado e para lado nenhum.

 

Não sei se quebra, se parte

Mas a casquinha de noz continua sem parar

Rumo a qualquer lugar.

 

Leva-me, arrasta-me...

Por entre ondas tenebrosas,

Mas nunca se vira....

Continua sempre firme contra tempestades e marés.

 

Essa casquinha sou Eu

Qua luto e volto a tentar,

Mesmo quando já não há mais nada para dar.

 

E consigo sempre, nem sei bem como,

Mas consigo sempre encontrar o Norte

Encontrar o meu porto de abrigo,

O meu Forte!

 

Pronto, já sei que não é nada de especial mas para algo que nemdeu tempo a pensar, simplesmente me limitei a escrever, não está nada mal. Além disso, já não escrevia há séculos. lol

tags: ,
publicado por _^ANGIE^_ às 12:03
link do post | comentar | favorito
3 comentários:
De jabeiteslp a 26 de Setembro de 2008 às 22:27


e se um pirata como eu
num barquinho de papel
ensopado a naufragar
tentar
flor sem pétalas nos dentes
de tanto balançar
subir ao forte
e ao trepar
ai ui ai help... hmm de dor
quem me vem ajudar ?
....

dou um sorriso ao teu versar
de parabens
nesse teu simples quê de expressar



dos calhaus da Covilhã
bjo


De _^ANGIE^_ a 27 de Setembro de 2008 às 11:28
Estou simplesmente impressionada.

Isso é que é escolher bem as palavras agradeço-te muito teres passado por este meu humilde cantinho, que ainda está em construção.Eu sei que não está nada de especial, mas foi daquelas coisas que me ocorrem derrepente...

Um beijinho muito grande.
De jabeiteslp a 27 de Setembro de 2008 às 14:26

nada de especial ????
esses versos são o altar da poesia
não sei a luz que a alumia
mas sei
o regresso e um amanhã num mais um dia


dos calhaus da Covilhã
bjo

Comentar post

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Janeiro 2010

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.tags

. todas as tags

blogs SAPO

.subscrever feeds